PREFEITURA MEIO 1

Marcelo C√Ęmara seria respons√°vel por intelig√™ncia paralela, aponta PF

Um suposto sistema paralelo de inteligência no governo de Jair Bolsonaro monitorou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes.

Por Luiz Ricardo em 09/02/2024 às 17:27:30
Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Um suposto sistema paralelo de inteligência no governo de Jair Bolsonaro monitorou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Alexandre de Moraes. E de acordo com as investigações da Polícia Federal, o responsável por essa tarefa era o coronel da reserva Marcelo Costa Câmara. As informações estão na decisão que autorizou a operação Tempus Veritatis, que significa Hora da Verdade, deflagrada nesta quinta-feira.

O coronel Câmara foi um dos presos nessa quinta-feira. Ele era um dos assessores mais próximos de Bolsonaro e tinha formação nas Forças Especiais do Exército.

No dia 15 de dezembro de 2022, Câmara enviou uma mensagem a Mauro Cid com o itinerário de uma pessoa alvo do monitoramento. Dizia que essa pessoa havia viajado pra São Paulo no dia 15 de dezembro e voltaria pra Brasília para a posse.

Os investigadores constataram que as viagens do ministro Alexandre de Moraes batiam com as da pessoa vigiada pelo grupo. Chamou a atenção que Marcelo Câmara já tinha o itinerário exato do ministro pelos 15 dias seguintes. Isso indicaria acesso a informações privilegiadas e ações de vigilância de nível avançado, inclusive com uso de tecnologia fora do alcance das autoridades de controle.

Na avaliação dos policiais, como a minuta de decreto golpista previa a prisão de Moraes, o acompanhamento dos movimentos dele demonstra que o grupo tinha a real intenção de aplicar o golpe de Estado no país.

Nós pedimos um posicionamento da defesa de Marcelo Câmara, mas não tivemos resposta até o fechamento desta reportagem.

Segurança Brasília 09/02/2024 - 16:30 Jacson Segundo/ Renata Batista Gabriel Brum - Repórter da Rádio Nacional Marcelo Costa Câmara inteligência paralela Golpe de Estado Alexandre de Moraes operação Tempus Veritatis sexta-feira, 9 Fevereiro, 2024 - 16:30 86:00
Comunicar erro
PATOESTE
PATOESTE 3

Coment√°rios